Saiba qual seu tipo de corpo

Entender qual o tipo de corpo nós temos, e como demarcar melhor cada curva dele, é uma ótima forma de conseguirmos nos vestir melhor, garantindo looks que valorizam muito mais o corpo da mulher, além de facilitar na hora de comprar peças novas, pois já saberemos o que melhor nos serve, evitando fazer prova de milhares de roupas a fim de escolher apenas uma que caia bem.

De acordo com profissionais da moda, o corpo da mulher pode ser nomeado entre cinco formatos: Retângulo, ampulheta, triângulo, triângulo invertido e oval.

Esses formatos, vão de acordo com a simetria do corpo e como cada medida influencia nele. Por isso trago para vocês uma ajudinha sobre esses 5 tipos de corpo, veja qual seu formato e qual tipo de item melhor se adapta e melhor garante uma silhueta assimétrica.
Marcada pelos ombros largos, e a parte inferior mais fina, a mulher que tem o corpo triângulo invertido geralmente tem mais facilidade de engordar a parte superior do corpo e tem pouca cintura.

O ideal para o corpo desse tipo, é buscar utilizar roupas que equilibrem as medidas. Calças folgadas, de modelo pantalona, com estampas, jeans de lavagens mais claras, vão aumentar visualmente o volume do quadril e pernas.

Evite calças e peças muito justos, para prevenir que destaque ainda mais o estreitamento da parte inferior. Para a parte superior, evite peças muito chamativas, detalhes horizontais, decote canoa e frente única.
Mulheres de corpo triângulo, tem geralmente o quadril mais largo, portanto deve-se usar peças que deixem os ombros mais largos horizontalmente.

Na parte inferior, deve-se usar peças mais escuras, sem ser muitos justas, blusas com estampas, coloridas, mangas com volume farão a diferença.

Evite calças muito justas, peças largas, bolsas, bordados e babados na altura do quadril e outros itens, além de detalhes que atraiam a visão para essa área.
Caracterizada por suas poucas curvas, e corpo mais reto, as mulheres de corpo retângulo geralmente são mais magras, e quando engordam, as gordurinhas ficam bem distribuídas por todo o corpo.

O ideal neste tipo de corpo, é usar roupas que marquem pontos estratégicos e que acentuem algumas curvas.

Portanto, usar e abusar de itens mais femininos é quase uma regra, como lenços, cinto, faixas e peças acinturadas.
É importante evitar golas altas, roupas muito largas, estampas exageradas, blusas justas ou curtas, calças de cós largo ou cintura alta, e cintos que contrastem com o resto do look.

Agraciadas por medidas mais proporcionais, as mulheres de corpo ampulheta tem mais liberdade de usar o que quer. Elas costumam ter cintura mais marcada, podendo valorizá-la com determinadas peças. Para não perder a simetria das medidas, essas mulheres devem evitar itens muito exagerados, cintos de elástico, faixas estreitas e peças muito apertadas.
Normalmente, a mulher de corpo oval, tem a cintura maior que os quadris e os ombros e pode estar acima do peso ideal para sua altura, tendo assim todas as partes do corpo arredondadas. Como o foco é a maior medida do corpo, sendo nesse caso a barriga, o objetivo das mulheres desse biotipo é tirar o foco da barriga e valorizar outras áreas.

Evite usar listras horizontais, estampas grandes, babados, brilhos, rendas ou qualquer detalhe na barriga, recortes abaixo do busto, decotes tomara que caia, golas altas, colares de muitas voltas, blusas por dentro da calça, roupas justas, calça skinny, leggings, saias godês, excesso de tecido, roupas muito largas, detalhes grandes e camisetas curtas.
E então, qual o seu tipo de corpo?
Compartilhe no Google Plus
Ramonnielly Morais, Aquariana, graduanda em Publicidade, blogger, social media, mãe da pequena Júllia, apaixonada por praia, sombra, chocolate, música e moda. Através da maternidade descobri a melhor forma de amar e educar, e busco a cada dia lutar contra a violência infantil e viver a vida familiar da forma mais leve e amorosa possível.
Ramonnielly Morais

Aquariana, graduanda em Publicidade, blogger, social media, mãe da pequena Júllia, apaixonada por praia, sombra, chocolate, música e moda. Através da maternidade descobri a melhor forma de amar e educar, e busco a cada dia lutar contra a violência infantil e viver a vida familiar da forma mais leve e amorosa possível.

Cadastre-se e receba nossos artigos por e-mail!

0 comentários:

Postar um comentário